terça-feira, 28 de novembro de 2017

a flor branca do café


a flor branca do café

no casarão entranhado entre os cafezais às margens da BR 040 a alvorada dos pássaros é uma festa para os tímpanos bem antes dos primeiros raios de sol aline cheira o branco da flor do café e me oferece na boca a velocidade do tempo que em sacramento não tem pressa experimento a sensação de não estar ali e ao mesmo tempo estando é como se o tempo não existisse entre o fato consumado

Artur Gomes
toda nudez não será castigada

atentado poético



atentado poético

a hipocrisia aqui é muita
liberdade muito pouca
com meus dentes de navalha
vou rasgas a tua roupa
esse poema beijo/bomba
vai explodir na tua boca

Federico Baudelaire
toda nudez nãos erá castigada 

overdose NU vermelho

Overdose NU Vermelho retesar as cores e os músculos com os dedos agarrados no pincel se faltar carne pra roçar os óvulo...