quinta-feira, 8 de março de 2018

Todo Dia É Dia Dela



Todo Dia É Dia Dela
Todo Dia É Dia D

Mulher
meu poema
se completa em teu vestido
roçando tua carne
no algodão tecido

Meu ofício é de poeta
pra rimar poema e blusa
e fica na tua pele
pelo tempo em que me usa

Artur Gomes


Nenhum comentário:

Postar um comentário

lua cheia

lua cheia tatuei com a língua a data no teu corpo litoral – meu corpo em chamas o mar lambeu o sal na concha que p...